SUA EXCELÊNCIA O PERU DE NATAL

A última edição da Veja São Paulo traz um ótimo artigo do americano/brasileiro Matthew Shirts que me trouxe lembranças deliciosas i17qwbLUgbfq43YBRAUoWyppjn1NH4uZ2EdSw6u8de Natais vividos ao longo de minha  existência. Como já falei em outro artigo, venho de família numerosa,com tradição de excelentes mulheres cozinheiras a começar pela minha avó Sinhazinha e as tias todas, de muita habilidade culinária.Nossos Natais eram gloriosos no casarão  de nossa família na cidade da Serra, Espirito Santo,onde nos reuníamos todos, meus tios e tias (minha avó teve 13 filhos) maridos e mulheres e meus primos.Éramos 36 crianças .Uma celebração!!!. Começávamos a chegar, para os dias de Festas, que começavam no Natal e terminavam com a festa de São Benedito e a puxada do mastro, procissão que se realiza até hoje,  através da cidade no dia 27/12, ansiosos pela chegada de primos que viviam no Rio de Janeiro ,ansiosos pelos presentes,o que era um ritual,pois a família de políticos presenteava alem de nós, os afilhados que vinham “pedir a benção”nessa data. Ficávamos a espera do momento mágico exitados com a movimentação. Nosso tio mais velho,patriarca da família,amava o Natal e ao lado de nossa avó nos proporcionava momentos de alegria e o mais importante a noção de pertencermos a um núcleo familiar,sólido,generoso e fraterno.  Os preparativos envolviam o esforço de várias cozinheiras sob o comando de nossa avó e de uma tia que era a mestra nos assados. Indescritível o sabor dos leitões e do peru.Naquela época,estou falando do final dos anos 40 início dos anos 50,o peru era criado na casa e morto por elas, depois de ser embebedado.Hoje seria provavelmente classificado como tortura mas, era assim:começavam a dar cachaça para a ave uns dias antes e coisa incrível que nunca entendi,colocavam o animal dentro de um circulo de giz e ele ficava ali,não fugia! Matavam,depenavam,temperavam as aves,os leitõezinhos e começavam a assar! Os cheiros!Que maravilha!!! Nunca eu os esqueci Cheiros e música são eternos.Os cheiros da minha infância, só a lembrança de como eles eram, me emociona até hoje.

Meu tio Romulo Castello cantava algumas canções natalinas que fazemos questão de lembra-las até hoje.

Dos ritos se fazem os mitos.  

“Botei meu sapatinho, na janela do quintal ,Papai Noel deixou”…

Saudades,dele, de tudo e de todos, de um tempo muito bom.

Como não podia fugir a regra da família, hoje em dia, sirvo o peru assado com a receita dessas mulheres maravilhosas, entretanto compro o peru da Sadia

Receita do Peru de Natal

Um lindo peru descongelado.Imagem (11)Natal

  1. Retempera-se fartamente o peru temperado da Sadia, cebola,alho,vinho branco seco, Fondor  (gosto muito)louro.Deixa-se nesse vinha-d’alho de um dia para o outro
  2. Faz-se um refogado dos miúdos e depois de bem macios pica-se.
  3. Nessa etapa preparamos a farofa com a farinha Deusa. Manteiga e óleo em partes iguais,frita-se cebola picada,quando estiver dourada ,acrescenta-se as passas brancas e pretas (sem caroços),as ameixas, as nozes e os miúdos,sal e está pronta para rechear a ave.
  4. Recheamos fartamente o peru ,cuidando de preencher toda a cavidade do papo e do abdômen,costura-se. Amarra-se as perninhas.
  5. Coloca-se o peru bem untado de manteiga numa assadeira  forrada duplamente com papel alumínio, rega-se com o tempero e fecha-se com o papel alumínio.

Forno quente  a 180/200 graus.Verificar o tempo de cozimento na embalagem . NÃO confiar no termômetro Quando estiver macio (teste com um palito) abra a embalagem,regue com o molho que se forma na assadeira, passe mais manteiga,regue com um suco de sua preferência (laranja,abacaxi)e deixe dourar.SEGREDO : Tempo do cozimento não pode ser excessivo, a ave fica seca. Na hora de servir decorar com frutas em calda e fatiar lindamente

  FELIZ   NATAL

Anúncios
Categorias: Home | 5 Comentários

Navegação de Posts

5 opiniões sobre “SUA EXCELÊNCIA O PERU DE NATAL

  1. Anna, passei alguns Natais a partir de 1972, no Casarão do Centro de Vitória, memoráveis! Ney e João Dalmácio tinham um jeito muito “especial” de cantar essa canção que mencionou acima. No final acabávamos rindo muito. Guardo essas lembrança com muito amor e saudades…
    Bjo.

  2. beatriz campos freire

    Anna, lindo texto, emociona!
    Escreve magnificamente,,,bjs e estou seguindo…

    • Bia querida vindo de você ,uma princesa que escreve é um elogio redobrado.Obrigado por me prestigiar. Bjo grande a todos dessa família linda.

  3. Esta receita é perfeita!! Água na boca!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: