Posts Marcados Com: Sta. Maria

TRAGÉDIAS ANUNCIADAS

Impossível escrever um novo artigo esses dias sem falar da tragédia de Sta. Maria,  R.G.S  Impossível ficar neutro diante de tanta dor. Minha avó dizia que ao perder um filho, você nunca mais será a mesma pois perde também um pedaço do seu coração.A morte,embora seja a única certeza da vida,sempre nos causa um impacto absurdo, especialmente se for por tragédias:acidentes de carro,avião ,barco, moto,tragédias da natureza,assaltos mas, essas vivências são mais previsíveis, pois fazem parte da vida moderna do ir e vir de todos nós,entretanto um INCÊNDIO? Quem imagina um incêndio?Um momento de festa, de celebração? São 236 pessoas que ao morrerem deixam um rastro de dor em 236 pais ,236 mães,e assim sucessivamente em incontáveis membros da família e da comunidade. Horror!!!

Irresponsabilidade do poder público que faz todas as coisas no improviso, permitindo o uso de imóveis impróprios para esses fins,sem ventilação natural, verdadeiras caixas de concreto escuras,sem evacuação rápida, que se espera em situação de pânico, que seja feita em no máximo três minutos!!!Os jovens como todos os jovens,em nome da diversão e graças a Deus por não serem neuróticos entregam a sua segurança com toda a confiança a esses proprietários gananciosos,achando que se a casa noturna está funcionando,está tudo bem. Não está!!!

Pergunto a quem tem por hábito frequentar as “baladas” em São Paulo ( maior e mais avançada cidade da América Latina) se essas casas estão preparadas para uma situação como a vivida em Sta. Maria. Gostaria de saber, diante do número  por aqui em torno de 600 casas noturnas, se podemos citar 20% em perfeitas condições de segurança. Se possuem pessoal treinado adequadamente para enfrentar uma situação como essa. Já se deram conta do nível de quem faz a segurança desses lugares? São, com honrosas exceções, pessoas  mal preparadas,truculentas, que tratam nossos filhos e netos como bandidos. A toda hora vemos situações descritas nos jornais, de acidentes muitas vezes fatais, envolvendo os clientes com esse pessoal.

É preciso nos mobilizarmos e exigirmos do poder público uma vistoria responsável desses lugares  antes que tenhamos outra tragédia dessas. Orientarmos nossos filhos para ficarem muito atentos aos ambientes que frequentam, porque em nome da diversão não se pode permitir a irresponsabilidade. Em nome da diversão é preciso cautela pois a segurança pessoal tem que vir antes de qualquer coisa. Os jovens hoje mais do que nunca tem acesso a tudo e  a maioria deles, não tem medo de nada. Vivem o momento presente como se fosse o último.

Não é normal os pais enterrarem os filhos e temos visto isto acontecer cada vez mais frequentemente.

Categorias: Home | Tags: | 6 Comentários